segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Bolo de bolina e anis # Pumpkin and star anise cake






Eu sei que é o início de um novo ano e que muitos de vocês por esta altura andam a tentar esquecer todas as diabruras gastronómicas cometidas no mês de Dezembro, sempre desculpadas pela máxima: "É Natal ninguém leva a mal". Mas acreditem quando vos digo que vocês não estão sozinhos. Cá entre nós, eu também já tive a minha conta de sopas leves e virtuosas, cenouras cruas e folhitas verdes a estalarem de tão frescas, consumidas sempre com a melhor das intenções. No entanto e porque a vida arranja sempre maneira de nos trocar as voltas, acabei por entrar na segunda semana de Janeiro com mais um bolo em carteira, o que põe seriamente em risco a minha reputação de rapariga bem comportada (?)... Adiante. Em minha defesa, quero deixar bem claro que foi tudo em prol de um pedaço de bolina desprezado e esquecido pela voragem das festas de fim de ano, pedaço que por pouco não chegava a 2013. Transformá-lo em sopa? Humm, não desta vez. Afinal de contas a doçura da bolina merece um destino também doce. Por isso culpas e restrições de início de ano à parte, para hoje temos bolo, porque se nos portarmos bem vivemos muito, mas se nos portarmos mal, aí sim, vivemos muito mais!


Este bolo é absolutamente delicioso. O anis misturado com a bolina dá-lhe um travo amendoado e o azeite  torna-o ainda mais húmido e macio (a bolina também ajuda). Um favorito que fatia a fatia, desapareceu do balcão da cozinha em menos de 12 horas. Culpados do desaparecimento? Eu e os meus três cúmplices.
Se não encontrarem  anis moído, retirem umas quantas sementes das estrelas de anis e pisem-nas num almofariz, ou então recorram à versão Macgyver: Pousem-nas num pano seco e pisem-nas com um objeto pesado.


Mas voltando atrás. Um dia antes da viragem de ano, voltei ao Gerês por um dia. Um dia coberto de névoa e salpicado de chuva. Um dia fechado e cinzento mas que ainda assim me mostrou que mesmo um dia assim  pode ser bonito. É bonito. A albufeira da Caniçada com as nuvens a roçarem os montes. A mata da Albergaria coberta de musgo e de folhagem seca. Uma queda de água. E a cor garrida dos caiaques no rio, que parecem pousados em cima de um espelho. Um pouco de melancolia para amortecer a euforia das festas. E tranquilidade para começar um novo ciclo.



In english
I know It´s the beginning of a new year, and many of you are still trying to forget all the culinary pranks committed in December, always excused by the maxim: "It´s Christmas, nobody takes this the wrong way". Believe me when I tell you that you are not alone. I have also had my account of light, virtuous soups, raw carrots and crispy fresh green leaves, always eaten with the best of intentions. However, and because life always finds a way of switching our turns, I ended up entering the second week of January with another cake in my book, which is seriously putting my well-behaved girl reputation on the line (?) Forth. In my defense, I want to make it clear that it was all for the sake of a piece of cheese pumpkin, despised and forgotten by the whirlwind of the end of the year festivities, and that almost didn´t make it to 2013. Turning it into soup? Humm, not this time. After all, the sweetness of the cheese pumpkin deserves a far sweeter fate.   So, new year guilt and constrains apart, today we are having cake, because  If we behave we´ll live a long life, but if we misbehave we´ll live even longer!

This cake is fabulous. The star anise when combined with the cheese pumpkin, gives the cake a delicious almondy taste. And the olive oil makes it smooth and moist (along with the pumpkin).  A favorite that slice by slice, desappeared from the kitchen counter in less than 12 hours. Guilty of the disappearance? Me and my three accomplices.
 If you can´t find ground star anise, remove the seeds from a few stars and pound them. You can either use a pestle and mortar or the Macgyver version of a pestle and mortar, which is placing the seeds on top of a dry kitchen towel and pound them with a heavy object.

But going back. One day before the turn of the year, I returned to Gerês for a day. A day covered in mist and sprinkled with rain. A day enclosed and gray, that showed me that even a day like this can be beautiful. It´s beautiful. The Caniçada reservoir with the clouds touching the hills. The Albergaria forest covered with moss and dried foliage. A waterfall. And the bright colors of kaiaks on the river, that seem to be resting on top of a mirror. A bit of melancholy to damp the euphoria of the holidays. Peace. And tranquility to begin a new cycle.

















Bolo de bolina e anis



Ingredientes:
300 g de farinha
200 g de açúcar amarelo
225 g de bolina cozida, escorrida e feita em puré
2 dl de azeite
2 ovos batidos
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de anis moído
1 colher de chá de essência de baunilha
1/2 colher de chá de sal fino
Nozes
Mel ou geleia de marmelo ou de alperce, para pincelar

Preparação:
*Unte e enfarinhe uma forma alta, retangular.
*Pre aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Bata os ovos com o açúcar até ficar em creme e junte o azeite. Mexa bem.
*Misture o puré de abóbora, junte o anis, a baunilha e o sal e misture bem. Por fim envolva a farinha peneirada com o fermento.
*Verta na forma, alise a massa com uma colher untada com azeite, coloque nozes no topo e leve ao forno por 40 a 50 m. Vigie a partir dos 40 minutos porque os fornos não são todos iguais e insira um palito no meio do bolo, se sair sem migalhas, então está pronto.
*Tire do forno, espere 5 minutos, passe uma faca pelas bordas da forma e desenforme o bolo para uma rede de bolos, pincele com mel ou geleia e deixe arrefecer.



Pumpkin and star anise cake



Ingredients:
300 g flour
200 g light brown sugar
225 g cheese pumpkin puree
2 dl olive oil
2 eggs, beaten
1 tsp baking powder
1 tsp ground star anise
1 tsp vanilla extract or essence
1/2 tsp salt
Walnuts
Honey or quince (apricot is also good) jelly to brush

Preparation:
*Butter and flour a loaf tin.
*Preheat the oven to 180º, 350F, gas mark 4.
*Beat the sugar with the eggs until creamy. Add the olive oil and beat until smooth.
*Mix in the pumpkin puree, ground star anise, vanilla and salt and then fold in the sifted flour and baking powder.
*Pour the batter into the tin. Oil a tbs and smooth the top of the batter, place a few walnuts on top and bake for 40 to 50 minutes. After 40 minutes keep a close watch on the cake, for the ovens vary a lot and insert a skewer in the middle of the cake, if it comes out without crumbs, than It´s ready.
*Remove from the oven, let the cake stand in the tin for 5 minutes and then run a knife through the edges of the tin and unmold the cake on top of a wire rack. Brush it with honey or jelly. Let it cool completely. Eat.




Print Friendly and PDF

12 comentários:

Partilhando Sabores e Receitas disse...

Que bolo delicioso! As fotos mais uma vez são lindas e deixam-nos deliciadas!
Bj e uma boa semana
Paula

Marmita disse...

Que cores fantásticas ficou o bolo, e a textura tb igualmente atractiva! um bom ano para ti com muitas mais receitas bonitas, beijo

Ana Cooks disse...

a marmita disse tudo!essa textura está de comer e chorar por mais!!!e as fotos...maravilhosas como sempre!

Ana Cooks disse...

a marmita disse tudo!essa textura está de comer e chorar por mais!!!e as fotos...maravilhosas como sempre!

Ondina Maria disse...

Pelas fotos parece-me um bolo bem macio e húmido. Gosto de bolos assim, com sabores fortes e e texturas densas. E que saudades do Gerês, valem-me essas fotos!

Susana Matias disse...

Olá

recebi o convite e decidi aceitar e por aqui ficar...

olha não sei o que é melhor se o bolo se as fotos da paisagem maravilhosa que nos presenteias aqui...

Adorei o teu cantinho e vou voltar e o bolo está magnifico...

jinhos

ana disse...

que imagens lindas lindas!! e que saudades do Gerês. Obrigada por esta maravilhosa partilha :)

ChloeP disse...

Parabens, as fotos são maravilhosas. A primeira parece uma natureza-morta de Velázquez! E o bolo também tem muito bom aspecto.

Sónia Melo disse...

Tens sempre fotos e histórias fantásticas, já para não falar das receitas! Inéditas!! Parabéns!! :) O bolo ficou divinal!
Posso desafiar-te a participares na minha iniciativa?
http://chez-sonia.blogspot.pt/2013/01/4-iniciativa-tudo-se-transforma.html
Beijinho!*

Mónica Pinto disse...


Paula,
Marmita,
Ana cooks,
Susana e Ana,
Desejo-vos um 2013 cheio de tudo que é bom.
Obrigada e bjs :)

Ondina,
É bem macio e húmido, daqueles bolos que se tornam viciantes. O Gerês está lindo como espero que esteja sempre, apesar das velhas questões com o lixo que é deixado pelo chão.

Bjs e um bom ano :)

Chloe,
Obrigada! Como há muito que não pinto acabo por "canalizar" a veia artística para a fotografia ;)

Beijinho e um bom 2013.

Sónia,
Obrigada pelos elogios e pelo convite :)

Um bom ano!
Bjs

Bombom disse...

Feliz 2013!
Gosto muito de bolos com abóbora, sejam doces ou salgados. Este que hoje nos trazes parece-me especial pelos aromas que sugere...Um verdadeiro bolo de Outono!
Tenho um problema com as abóboras: são tantas as variedades e cada uma com a sua "especialidade", que me deixam embaralhada. A grande da tua foto a "menina" ou a "bolina"? E a mais pequena e esverdeada por fora? E ainda há as compridas, e as brancas por dentro... enfim, tenho tanto para aprender! Adoro visitar-te. Bom trabalho e felicidades. Bjs. Bombom

Entre Tachos e Sabores disse...

Que bolo tentador, deve ter um sabor super distinto e viciante, o anis dá um toque especial às receitas.

Beijinhos,
Joana

UA-16306440-1