quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Sandwich de ovo de ganso, presunto e rúcula # Goose egg, ham and arugula sandwich





Para mim, um dia normal de trabalho significa cozinhar durante parte da manhã, começar a fotografar por volta das duas da tarde e almoçar entre as três e meia e as quatro. Toda a rotina é estabelecida tendo em conta  a incidência da luz do sol. Aquelas poucas horas em que há mais luz natural e em que o sol está numa posição conveniente, de forma a que não haja sombras estranhas no estúdio. Se bem que essas mesmas sombras, em certas ocasiões me foram muito úteis para criar um determinado efeito.

Quando regresso à cozinha, os primeiros segundos são de susto. Fotografar é tão absorvente que quando acabo sinto-me como se estivesse a normalizar depois de ter tido um pico de adrenalina e aos poucos começo a lembrar-me de tudo o que fiz antes de entrar no estúdio. Do caos que deixei para trás para agarrar aquelas poucas horas de luz natural, entre adereços, comida, ângulos e definições da máquina. 

Restabeleço a ordem e por esta altura já eu estou faminta e a precisar do meu almoço recorrente: Uma sopa e duas fatias de pão de mistura recheadas com o que quer que esteja à mão e isso incluí, entre outras coisas, um ovo frito. 

Eu adoro comer, coisa que vocês ainda não tinham percebido, não é? Gosto de tudo, ou quase tudo, se da vossa lista fizer parte o fígado (lherrrr!). Mas quando estou realmente com fome, sózinha em casa e já com uma ligeira fraqueza, é uma sandwich de ovo frito que eu quero. Normalmente com folhas de rúcula ou estragão da horta e rodelas de cebola crua, arisca e quase ácida. Umas vezes com tabasco. Outras com maionese caseira, rica e cheia de sabor. E sempre com uma cerveja bem fria.
Na semana passada voltou a acontecer. Mas o ovo desta vez era de ganso, encontrado na feira. Enorme, a lembrar uma miniatura de ovo de dinossauro. Coisa muito rara que quando acontece não deixo passar impunemente. 
E aposto que vocês que nunca provaram um ovo de ganso, estão agora a pensar: "Mas a que é que sabe um ovo de ganso?"
Imaginem um ovo de galinha mas mais rico e mais gordo. A gema é um pouco mais espessa  e tem um certo travo que me faz lembrar a manteiga e a clara é mais firme. 
É perfeito para comer com presunto tenro e rúcula, entre duas fatias de pão de mistura, barradas com maionese caseira de estragão.
Experimentem.


In english
For me, a normal working day means cooking during the morning, start shooting at about two in the afternoon and have lunch at about treee and a half and four. The entire routine is established taking into account the insidence of sunlight. Those few hours when there is more natural daylight and when the sun is in a convenient position, so that there are no strange shadows in the studio. Although those same shadows have been very useful in others ocacsions, to create a certain effect.

When I return to the kitchen, the first few seconds are of frightning. Shooting is so absorbing that when I finish, I feel as if I´m slowly normalizing after having an adreneline rush and it takes me a moment to start remembering everything I did before entering the studio. The chaos I left behind to grab those few hours of  sunlight between props, food, angles and camera settings. I restablish the order and by then I´m hungry and much in need of my recurrent lunch: A soup and two slices of rustic bread, stuffed with whatever is at hand and that includes among others things a fried egg.

I love eating, which is something you didn´t already know, right? I like everything, or almost, if liver is included in your list (lherrr!). But when I´m really hungry and home alone and beggining to feel a bit weak, a fried egg sandwich is all I want. Normally with arugula leaves or tarragon from the garden and slices of sharp, almost acidic raw onion. Sometimes with a generous slash of tabasco. Others with rich flavourful homemade mayonnaise and always with a cold beer.
Last week it happened again but this time the egg was from a goose, found at the farmers market. Huge, just lke a miniature of a dinosaur egg, which is a very rare thing to come by. 
I bet that all of you that have never eaten a goose egg are by now thinking: " But, what does goose eggs taste like?"
Imagine a chicken egg but richer and fatter. The yolk is a bit thicker and has a certain tang that reminds me of butter and the white is firmer.
It´s perfect to eat with tender ham and arugula, between two slices of rustic bread smeared with homemade tarragon mayonnaise.
You have to try it.









Sandwich de ovo de ganso, presunto e rúcula


Ingredientes: 1 sandwich
1 ovo de ganso
2 fatias de pão de mistura
2 fatias de presunto
Folhas de rúcula
Maionese de estragão:
2 gemas de ovo
Umas gotas de sumo de limão
1 colher de chá de mostarda de Dijon
Azeite extra virgem, mais ou menos 3,5 dl
1 colher de chá de vinagre de vinho branco a ferver
Estragão fresco picado, a gosto
1/2 colher de chá de Sal

Preparação:
*Para fazer a maionese bata as gemas com o sal, a mostarda e o sumo de limão e sem parar de bater vá juntando o azeite, primeiro um fio fino e assim que a maionese vai ficando espessa pode aumentar a quantidade de azeite. Por fim junte o vinagre a ferver e mexa, seguido do estragão.
*Frite o ovo num pouco de óleo ou azeite.
*Barre as duas fatias de pão com a maionese e em cima de de uma delas coloque as folhas de rúcula, depois as fatias de presunto e por fim o ovo frito. Cubra com a outra fatia e sirva.



Goose egg, ham and arugula sandwich


Ingredients: 1 person
1 goose egg
2 slices of rustic bread
2 slices of ham
Arugula leaves
Tarragon mayonnaise:
2 egg yolks
A few drops of lemon juice
1 tsp of Dijon mustrad
Extra-virgin olive oil, about 3,5 dl
1 tsp white wine vinegar, boiling
Fresh tarragon, finelly chopped
1/2 tsp salt

Preparation:
*To make the mayonnaise, beat the yolks with the salt, lemon juice and mustard. Keep on beating vigorously while you add a thin thread of olive oil and then add more and more olive oil while beating vigorously. After all the olive oil is encorporated, stir in the hot vinegar and then the chopped tarragon.
*Fry the egg in a bit of vegetable or olive oil.
*Spread a bit of mayonnaise on one side of both slices of bread.
*On top of a slice, pile a bunch of arugula leaves, the ham slices and than the egg. Top with the other slice of bread and eat.




Print Friendly and PDF

13 comentários:

Ondina Maria disse...

Somos muito parecidas em alguns aspectos. Também sou muito boa boca e adoro comer, mas se houver fígado, não me convidem :p
Também dispenso nado, se bem que estou a começar a aprender a apreciá-lo, mas vamos com calma.
De facto nunca comi ovo de ganso mas fiquei deliciada com a tua descrição. Para mim as sandes fazem parte de uma rotina (o Vel leva-as todos os dias para o trabalho) e como janto muitas vezes sozinha (isto de termos horários trocados é complicado) como muitas vezes sopa e sandes. Uma das minhas sandes preferidas dos ultimos tempos tem sido de pão caseiro, queijo de barrar aromatizado com mistura de pimentas, presunto bem tenro e um toquezinho de compota de mirtilos. E sabes que mais? Divinal! Tem dias que acho que sonho com sandes e as suas inúmeras combinações :p

chadebergamota disse...

Hmmm... Estas sandes têm um aspeto magnífico. Tenho de andar atenta aos ovos de ganso e experimentar isto.

O Cantinho da Sophia disse...

Esta sandwich está com muito bom aspecto. Excelente sugestão.
Beijinhos

Executiva de Panela disse...

Que boa dica de iluminação você deu! Prestarei atenção aos horários e à iluminação lá em casa. Suas fotos estão espetaculares! Excelente qualidade de arte! Quanto ao figado... rs rs rs Gosto muito! Mas sou a única lá de casa que gosto. He he he Beijos, Paula

Partilhando Sabores e Receitas disse...

Que maravilhosa sugestão, divinal...

A Paixão da Isa disse...

super nao conhecia esta uma sugestao mt boa bjs

Maria disse...

Figado também é um ódio de estimação.
Já ovos, ai ovos... de gansa nunca comi, infelizmente. Para mim quanto maiores melhores por isso acho que até de dinossauro marchava se houvesse. Já comi bastantes de pata, também maiores do que os de galinha e com um sabor mais marcante. Mas todos bons, até os pequeninos de codorniz :)

In cucina disse...

Para tocar o ceo!!! Maravilloso!!

A Meu Gosto disse...

De facto ovo de ganso foi algo que nunca comi. Mas tem um aspecto óptimo e enriquece a sandwich.

beijinho

pia disse...

Thanks to fantastic menu. I managed to get and it also felt amazing: -)
I have a website together with wedding cake dishes me personally should you be fascinated. You can find it at http://recipes-for-food.com/

Food and Emotions disse...

Nhamy nhamy, não fosse eu bom garfo ;) Adoro comida e tudo o que possamos recriar com ela... adorei Parabéns

Babette disse...

Eu com um ovo de ganso consigo fazer uma omolete para 4!... é denso e rico, fica delicioso;)
A tua sandes ficou pecaminosa...
Babette

Patry sabores y momentos disse...

This sandwich simply looks amazing!!! There is nothing more yummy than runny yolk!! Congrats Monica, your pictures, as always, are amazing!!
Kisses form my new home town Coruña!!

UA-16306440-1