terça-feira, 16 de julho de 2013

Al fresco






Fizemos um almoço al fresco.
Este fim de semana aproveitamos a temperatura amena e um sável acabado de comprar e mudamo-nos de "pratos e travessas" para o jardim. Acender o grelhador é sempre um momento cheio de entusiasmo. É como ter fogo de artifício logo no início da festa, com a certeza de que no fim vamos ter também outro momento alto: comer todas aquelas coisas deliciosas que o fogo cozinhou.

Hoje não há receitas diferentes nem sequer inovadoras. Há apenas velhos sabores portugueses: peixe fresco, azeite, alho, limão e poejos. Batatas novas assadas e depois ligeiramente esmagadas com um murro. As nossas batatas a murro que ainda quentes absorvem o inconfundível sabor e aroma do alho picado mergulhado em bom azeite. Bom demais. Mesmo as courgettes grelhadas pediram apenas azeite e pequenas folhas de poejos arrancadas da horta, assim, sem sequer uma gota de vinagre que até podia ser balsâmico, já que lhes fica tão bem.

O joão foi como sempre o meu "assistente" nestas produções domésticas que pedem mãos bem treinadas na arte de grelhar em casa. E enquanto o fogo se fazia, bebemos estes cocktails mais uma vez, gole a gole até que as chamas deram lugar ao branco acinzentado do carvão incandescente. E o desfile começou. Primeiro as courgettes, depois o sável e enquanto isso as batatas iam assando no forno. Por fim juntamo-nos à mesa junto aos cedros. Sabores portugueses misturados com uma pitada de maresia e uma mão cheia de cheiros, desde a hortelã pimenta, aos poejos e ao jasmim. Tudo o que cabe num pequeno jardim à beira mar plantado.

E como já devem ter reparado, o header do Pratos e Travessas está diferente . Ainda vão ser feitos alguns ajustes mas acho que o principal já está. Espero que gostem :)



In English
We had a lunch al fresco.
This weekend we took advantage of the mild temperatures and one freshly bought shad and we moved with "plates and dishes" for the garden. To light the grill is always an exciting task. It´s like having fireworks at the beginning of the party, knowing that at the end we will also have a high moment: eating all those delicious foods that the fire cooked.

Today I don´t have any different recipes or even innovative ones to offer you. There are only old Portuguese flavors: fresh fish, olive oil, garlic, lemon and pennyroyal. Roasted potatoes, slightly crushed with a punch. Our punched potatoes, still hot, absorbing the unmistakable flavor of chopped garlic dipped in good olive oil. So good. Even the grilled zucchini didn´t ask for more than  a drizzle of oilve oil and some pennyroyal leaves, plucked from the kitchen garden, so without even a drop of vinegar, that could be balsamic, for it suits it so well.

João was, as always, in these domestic productions that ask for well trained hands in the art of backyard grilling, my "assistant". And while the fire was being made, we drank these cocktails once again, sip by sip, until the flames give way to the grayish white of the glowing charcoals. And then the parade began. First the zucchini, then the shad and in the meantime the potatoes were roasting in the oven. Finnaly we join at the table, near the cedars. Portuguese flavors mixed with a pinch of sea breeze and a hand full of scents, from peppermint to pennyroyal and jasmine. All that fits in a small garden planted by the sea.

And as you may have noticed Pratos e Travessas header is changed. There are still some adjustments to be made but I think the main work is done. Hope you like it :)













Sável grelhado com batatas a murro e courgettes grelhadas

Aprendi há já uns anos que quando o peixe é para grelhar não se lhes tira as escamas porque elas impedem que o mesmo pegue à grelha. Aprendi isto em frente a uma banca de peixe, mas o engraçado é que não foi a peixeira que mo ensinou e sim uma das freguesas que o estava a ensinar a ela!



Ingredientes:
1 sável grande sem tripa mas com as escamas
Sal
Pimenta preta acabada de moer
Limão
Batatas novas pequenas, bem lavadas e golpeadas
1 courgette bem grande ou 2 pequenas cortadas em fatias grossas
Sal a gosto
Azeite
Folhas de poejos
Molho para as batatas:
Azeite
Alho picado


Preparação:
*Pré aqueça o forno a 220º, marca 6 do fogão a gás.
*Primeiro as batatas porque demoram mais tempo. Coloque-as numa assadeira e polvilhe com bastante sal grosso. Leve ao forno, assim, sem azeite por cerca de 40 minutos. O tempo de assadura depende da qualidade e do tamanho das batatas.
*Faça um molho juntando azeite com alho picado a gosto.
*Retire as batatas do forno e com elas ainda quentes dê-lhes um murro e regue-as imediatamente com o molho de azeite e alho. O cheirinho é uma delícia. Mantenha no forno ligeiramente aquecido até servir.
*Tempere o sável já arranjado com sal, pimenta preta acabada de moer e sumo de limão.
*Corte algumas rodelas finas de limão e recheie a barriga do peixe com elas.
*Entretanto acenda o fogareiro ou churrasqueira.  Aqui explico como acender um fogareiro usando o método natural que é muito melhor para o resultado e sabor final.
*Comece por grelhar as fatias de courgette, até ficarem tenras e com as marcas do grelhador (apenas alguns minutos). Use um garfo para ver se estão tenras.
*Em seguida grelhe o peixe mas não por muito tempo só o suficiente para o deixar cozinhado mas ainda suculento e não seco e sem graça. Vire o peixe e grelhe do outro lado.
*Retire o peixe para uma travessa e corte-o em partes iguais. Sirva com as batatas e as courgettes temperadas com azeite e folhas de poejos.



Grilled shad with punched potatoes and grilled zucchini

I learned a few years ago that when a fish is for grilling you don´t remove the scales because they prevent the fish from sticking to the grill. I learned this in front of a fish stand, and the funny thing is, it wasn´t the  fishmonger who taugh me so, but the lady who was buying fish just like me,  that was teaching the fishmonger too!


Ingredients:
1 big shad without the guts and entrails but still with the scales
Coarse salt
Freshly ground black pepper
Lemon juice
Lemon rounds
Small new potatoes, well rinsed and cut halfway through
1 big (or two small) courgettes - zucchini, cut into slices
Coarse salt
Olive oil
Pennyroyal leaves
Sauce for the potatoes:
Olive oil
Chopped garlic


Preparation:
*Preheat the oven to 220º, 425F, gas mark 7
*First the potatoes because they take longer to cook. Put them into a baking dish and sprinkle them generously with coarse salt. Take to the oven and cook until tender. The cooking time depends on the size and quality of the potatoes, but start cheking when it reaches 40 minutes of cooking. Use a skewer to see if they are tender.
*Make the sauce mixing olive oil (enough to leave a small pool on the bottom of the baking dish) and lots of chopped garlic.
*Remove the potatoes from the oven and while they´re still hot, punch them to smash them a bit and immediately pour the sauce on top. The smell is wonderful. Keep the potatoes inside a lightly heated oven until needed.
*Season the prepared shad with coarse salt, freshly ground black pepper and lemon juice.
*Stuff the fish belly with lemon rounds.
*In the meantime light the grill. Here you can see the method I use which is natural and much better for really tasty grilled foods.
*Start by grilling the zucchini slices, it takes just a few minutes, depending on the thickness of the slices. As soon as they have the mark of the grill and are soft to the touch they´re ready. Use a fork to test the tenderness.
*Then grill the fish, but not for long, just enough to cook through and still be moist,  the scales will prevent it from sticking. Turn the fish and cook it on the other side.
*Put the shad on a plate and cut it into equal portions.
*Serve with the potatoes and the slices of zucchini seasoned with olive oil and pennyroyal leaves.





Print Friendly and PDF

6 comentários:

Daniela S. disse...

Gosto muito de peixe grelhado.Normalmente só como quando vou á minha terrinha, e agora já lá vão quase dois meses que não consigo ir lá :(

*

Mafalda disse...

Hummmmm que maravilha.. também adoro grelhados e este peixe e os acompanhamentos deixaram-me cheia de fome/gula...hehehehe
O cabeçalho ficou girissimo.. ;)
beijinhos

Babette disse...

Sabes que nunca comi poejos? Parece-me que é mesmo de experimentar! Vou à procura deles!
Babette

Mónica Pinto disse...


Daniela S.

Nós aqui adoramos peixe grelhado, sempre que possível acendemos o grelhador e passamos umas horas lá fora a cozinhar e a comer :) Espero que possas voltar à tua terra muito em breve.

Beijinhos


Mafalda,

Que bom que gostaste tanto das receitas como do header. A cor (do header) foi ajustada e agora sim, está pronto :)

Beijinhos


Babette,

Eu gosto bastante e uso-os em vários pratos e mesmo bebidas. Uma parte da horta está coberta por eles, adoro o perfume que deixam no ar.

Beijinhos

Gourmenderies disse...

Belleza!

Aromas de Cor disse...

As fotos estão muito boas!
Adorei o limão, nunca tinha pensado em utilizá-lo no peixe desta forma!

http://aromasdecor.blogspot.pt/

UA-16306440-1