quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Tacos e um longo trilho! Tacos and a long hiking trail!





Por vezes solto as amarras e vou, subo acima de todas as camadas e entre os montes e ribeiros do Gerês volto a encontrar o que se perdeu na correnteza dos dias. 

Subimos até onde já não há casas, nem carros, nem sequer vozes. Até onde só resta o céu azul, o assobiar forte do vento e a paisagem granítica e agreste, moldada pelo ar rarefeito. No cimo do monte vimos ao longe um fato de cabras montês que assim que retomamos o caminho começaram a correr pelos penedos como se a pedra fosse macia e plana como um prado tenro. Mais à frente, bem no alto, o fim do percurso e o horizonte em tons de verde, cinza e azul, com os montes a multiplicarem-se até se perderem de vista, escondidos pela  névoa. As horas ali não existem, há apenas o sol e a lua... e um ocasional chocalhar que nos faz descer de novo à terra e nos diz que as vacas estão algures atrás de nós, nos pastos de Verão.

Com a descida o ar tornou-se mais denso e pouco a pouco a paisagem agreste ficou para trás.  Por todo o lado carvalhos, pinheiros, azinheiras, medronheiros... Voltamos a encontrar sombras e as piscinas naturais que o rio vai deixando para trás e decidimos parar mais uma vez  para um piquenique no monte: Fruta, barras de cereais, alguns queques caseiros perfeitos; e separados em caixas de plástico, os recheios para estes tacos saborosos e nutritivos. O combustível perfeito para as nossas longas caminhadas.

No regresso a casa encontrei o meu sabugueiro já com as primeiras bagas maduras. A primeira colheita já foi feita, mas há mais, muito mais... Em breve!




In English
Sometimes I loose the moorings and simply go, clim up above all the layers and among the hills and streams of Gerês I find once more what was lost in the flow of the days.

We climb to where there are no houses, cars or even voices. Up to where there is only blue sky, the strong whistling of the wind and the harsh, granitic landscape molded by the thin air. At the top of the hill we saw at the distance a group of mountain goats that began to move once we retaked the path, running through rocks as if the stone was soft and flat as a tender meadow. Ahead at the very top, th end of the path and the horizon in shades of green, gray and blue with the hills multiplying itselfs until they were no longer in sight, hidden by the fog. There the hours doesn´t exist, there´s only the sun and the moon... and the occasional rattling that makes us descend to earth again and tells us that the cows are somewhere behind us, in the Summer pastures.

With the descent the air became thicker and bit by bit the harsh landscape was left behind. This is the territory of oaks, pines, holm oaks, arbutus... We found some shadows and the natural pools left behind by the river and decided to stop for a picnic in the hills: fruit, cereal bars, some lovely homemade muffins and in separate boxes the fillings for this tasty and nutritious tacos. The perfect fuel for our long walks.

On our return home I found the elder with the first ripe berries. The first harvest has already been made, but there´s, more much more... Soon!


















Tacos de feijão frade com carne moída e vegetais

 Estes tacos são também deliciosos feitos apenas com os feijões, para uma versão vegetariana.

Ingredientes: 4 pessoas
8 tortilhas de farinha
200 g de feijão frade seco
150 g de carne picada
4 tomates chucha, sem sementes e cortados em cubos pequenos
1 courgette pequena, sem sementes e cortada em cubos pequenos
1 cebola grande picada
2 dentes de alho picados
2 jalapeños, sem sementes e picados
1 colher de chá rasa de cominhos
1/2 colher de chá de folhas de tomilho limão
1 colher de chá de oregãos secos
1/2 colher de chá de flocos de chili
1 folha de louro
1 colher de sopa de azeite
Sal a gosto
Pimenta preta a gosto
Coentros picados
Iogurte natural

Preparação:
*Deixe o feijão de molho em água de um dia para o outro. No dia seguinte coza-o por 35 a 40 minutos até ficar tenro mas sem se desfazer. Junte o sal apenas nos últimos minutos de cozedura. Escorra e reserve.
*Aqueça o azeite numa sertã grande onde caiba também o feijão e frite metade da cebola até ficar macia, junte a carne, os alhos, os jalapeños, o louro, os oregãos, tomilho, flocos de chili e cominhos e cozinhe por alguns minutos (5 a 6 m.) até a carne ficar opaca e então junte os feijões, tempere com sal e pimenta e mexa para que os sabores se misturem.
*Numa taça misture os tomates, a cebola e a courgette picados.
*Recheie cada tortilha com uma porção de carne com feijões e por cima disponha uma porção de vegetais, coentros picados e iogurte natural.



Black eyed peas, miced beef and vegetables tacos


 These tacos are just as delicious made only with beans, for a vegetarian version..


Ingredients: serves 4
8 flour tortillas
200 g black eyed peas
150 g minced beef
4 roma tomatos, deseeded and cut into small cubes
1 small zucchini deseeded and cut into small cubes
1 big onion, chopped
2 cloves of gralic, chopped
2 jalapeños deseeded and chopped
1 tsp cumin
1/2 tsp lemon thyme leaves
1 tsp dried oregano
1/2 tsp chilli flakes
1 bay leaf
1 tbp olive oil
Salt to taste
Black pepper to taste
Chopped coriander
Plain yogurt

Preparation:
*The night before leave the beans soaking in water. The next morning cook the beans in plenty of water for 35 to 40 minutes until tender but nor mushy, add the salt in the last cooking minutes. Drain and keep for latter.
*Heat the olive oil in a big frying pan - big enough to accommodate the meat and the beans - and cook half of the chopped onion until soft, add the meat, garlic, jalapeños, bay leaf, oregano, thyme, chilli flakes and cumin an cook for a few minutes (5 or 6) until the meat turns opaque and then add the beans, season with salt and black pepper to taste and cook for a few minutes, stirring so all the flavors come together.
*In a bowl stir the chopped tomatoes, onion and zucchini.
*Fill each tortilha with a portion of meat/beans mixture and top with another portion of chopped vegetables, chopped coriander and a drizzle of yogurt.



Print Friendly and PDF

6 comentários:

Sandra Batista disse...

Olá!
Que imagens fantásticas!!!
Beijinho

O Barriguinhas disse...

Que bem que sabe passar por aqui e ver as coisas lindas que publicas :)

Ondina Maria disse...

Ah como eu gosto de tacos! E tenho sempre tortilhas em casa, são super práticas para uma refeição rápida e leve. Outra coisa que nunca falta é mesmo a cerveja Desperados. O Vel prefere uma boa Super Bock mas eu já gosto mais da cerveja aromatizada com a tequilla e uma fatia de limão "enfiada" no gargalo - assim se bebia no México, para que as moscas não entrassem na garrafa :p

Também cozo o feijão que utlizo em casa: normalmente cozo cerca de meio kilo de feijão e depois congelo em porções - ensinamentos da minha avó :)

Vanda Maio disse...

Uma sugestão diferente para um pic-nic :)
Só troco a Desperados por Corona ;)

Nani disse...

Este taco está super apetitoso, ando louca por comer um, há tempos não faço isso.

Rochelle Ramos disse...

I love the feeling of the northern parts of Portugal with all of the stone and rustic houses. You have so many beautiful photos of it that it makes me yearn to go back!

Your tacos also make me hungry for Mexican food and to make up a couple batches of fresh tortillas :)

UA-16306440-1