quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Doce de dióspiro e especiarias # Persimmon and spices jam






Se a cada mês correspondesse um doce especial, este de dióspiro e especiarias seria o Mr. Janeiro. Eu sei que muitos de nós ainda andamos sob o efeito da superdosagem de açúcar a que nos submetemos no final de Dezembro, e tenho quase a certeza de que preparar doces caseiros nesta altura, não deve fazer parte da vossa lista de resoluções para o novo ano. Quanto a mim, como não faço listas de resoluções, não há problema. Até porque quilos de dióspiros maduros precisam de um plano de ação rápida, já que tempo é um luxo que eles não têm. Pensem desta forma: Os doces devem ser consumidos  meses depois de serem feitos (se conseguirem esperar, claro), portanto esqueçam o açúcar extra e encarem esta receita como um investimento para o futuro. Um investimento com satisfação garantida!

Acredito piamente que certos frutos dão o seu melhor ao natural, dióspiros incluídos.  E apesar de já me ter aventurado com um pudim e até ter gostado, nunca sequer ponderei fazer doce... até agora. Faltavam-me os quilos e quilos de exemplares para me servirem de inspiração :) E a verdade é que há certas misturas de ingredientes que quando submetidas ao calor do fogo sofrem transmutações surpreendentes. Juntem polpa de dióspiros bem maduros, anis, canela e açúcar amarelo (limão para espessar) et voilá, um doce exótico que de tão saboroso, corre o sério risco de se tornar mais uma tradição sazonal cá em casa.


In English
If every month had a special matching jam than this one of persimmon and spices would be Mr. January. I know that many of us are still under the effect of the sugar overdosage to which we submitted ourselves in late December and I´m sure that preparing homemade jams at this time, it´s not on your new year´s resolutions list. As far as I´m concerned and since I don´t make resolutions lists, I´m fine with it. And as I´m sure you understand, pounds of ripe persimons need a quick action plan because time is a luxury they can´t afford. Let me put it to you this way: Jams should be eaten months after they were prepared (if you manage to wait, of course), so forget about the extra sugar and treat this recipe as an investment for the future. An investiment with satisfaction guaranteed!

I firmly believe that certain fruits give their best on the natural, persimmons included. And although I have ventured myself with a pudding and even have liked it, I never even pondered making jam... until now. I guess I was lacking the pounds and pounds of specimens to serve me as an inspiration :) And the truth is that there are certain ingredients mixtures that when exposed to the heat of the fire suffer amazing transmutations. Mix the pulp of ripe persimmons, star anise, cinnamon, light brown sugar (lemon to thicken) et voilá, an exotic jam that from being so tasty is in serious danger of becoming a seasonal tradition in this household.








 Ingredientes:
1 kg de polpa de dióspiros maduros
700 g de açúcar amarelo
Sumo de 1/2 limão
2 cascas de limão
1 pau de canela
1 estrela de anis
1 dl de água

Preparação:
*Ferva os frascos que vai usar  e coloque-os a escorrer em cima de um pano limpo. Limpe qualquer vestígio de humidade com um pano e reserve.
*Numa panela de fundo espesso ponha a polpa dos dióspiros, a água, o açúcar, o sumo e cascas de limão e as especiarias.
*Leve a lume forte e assim que ferver deixe cozinhar por 15 a 20 minutos, mexendo de vez em quando, até o doce escorrer da colher de pau em gotas espessas e pesadas. Não ferva o doce mais de 20 minutos.
*Desligue o lume, retire a espuma que se possa ter formado à superfície, retire as especiarias, triture com a varinha mágica e deixe descansar 5 minutos.
*Encha os frascos com o doce ainda quente. Tape de imediato, vire-os com a tampa para baixo e deixe arrefecer.
*Vire novamente os frascos (não se assuste se o doce saltar), rode a tampa para abrir e soltar o ar que possa ter e feche de imediato.
*Guarde num sítio seco e escuro e espere de preferência pelo menos um mês antes de comer. Assim que abrir os frascos guarde-os no frigorífico.


Ingredients:
1 kg ripe persimmons pulp
700 g light brown sugar
Juice of 1/2 lemon
2 lemon peels
1 cinnamon stick
1 star anise
1 dl water

Preparation:
*Boil the jars that you´ll be using to store the jam for 10 minutes. Drain them on top of a clean kitchen towel and then clean any trace of humidity still left inside them.
*Put all the ingredients inside a heavy bottomed pan and take to high heat. Once it comes to a boil let it bubble away for 15 to 20 minutes, not more, until the jam drips in thick heavy drops from the wooden spoon, stirring from time to time, you have to be extra carefull cause the jam may spit and burn you.
*Remove from the heat, clean the foam on the surface, remove the spices, blend and let it rest for 5 minutes.
*Pour the jam into the jars while still hot and close with the caps. Turn the jars upsidown and let the jam cool.
*Turn the jars back up and open the caps to release the air, close again.
*Keep in a dry, dark place and wait at least one month before eating. Once the jars are open keep them in the fridge.




Print Friendly and PDF

15 comentários:

Ondina Maria disse...

Para mim o mês do dióspiro seria Dezembro. Janeiro cheira a tangerinas e clementinas :)

Cá em casa a tradição com dióspiro chega-nos na forma de bolo. Dióspiro e especiarias. Simples mas brilhante. Talvez um dos melhores bolos que sai da nossa cozinha!

Mas sinto-me tentada a experimentar este teu doce com os dióspiros que ainda me restam na fruteira.

Mónica Pinto disse...

Ondina,
Menos uma coisa que temos em comum :( Mas um bolo assim também me parece muito bem.

Paula Moita disse...

Fantástico post! O inverno tem os seus encantos e um deles são as maravilhosas frutas, como o dióspiro e as clementinas... hum!
Doce de dióspiro deve ser muito bom!

Umagramadefarinha disse...

Hummm vou fazer deve ser uma delicía...

Um toque de canela disse...

Nunca pensei fazer doce de dióspiro, mas levo a receita... quem sabe não experimento?!
Bjs

Susana Antunes disse...

Olá Mónica...
Que feliz coincidência :)
Havia lá por casa uns diospiros que teimavam em ir embora.... Resolvi fazer tambem uma compota... :)
No meu caso juntei duas maças e não juntei o limão....
Dei-lhe um toque de pimenta e cravinho... e aromatizei com vinho do Porto...
Gostei muito do sabor....
Concordo contigo...ao principio fiquei desconfiada mas depressa passou para a linha da frente ao pequeno almoço...
Para a próxima experimento esta tua versão...
Tem tudo para ser boa...
Obrigado por partilhares...
Beijinhos nossos e bom 2014...

Mónica Pinto disse...

Paula,
Foi uma descoberta! Valeu bem a pena experimentar.

Umagramadefarinha,
Espero que goste :)

Um toque de canela,
Não custa nada tentar e se gostar tanto melhor!

Susana,
Uma versão bastante original! Esta é bem mais simples mas espero que gostes.
Beijinhos e Feliz 2014 :)

Maria disse...

ando a pensar em fazer compota há que tempos mas acabo por comê-los sempre ao natural, todos encorrilhadinhos, às carradas :)

Bombom disse...

Vou-te confessar: não aprecio nada diospiros, parece-me que não sabem a nada e não consigo comê-los. Mas lembro-me que era uma fruta muito apreciada pela minha Mãe que se deliciava com eles, misturando-lhe um pouquinho de vinho do Porto.
Agora que vi esta tua receita, fiquei com imensa vontade de experimentar. Tenho quase a certeza de que vou gostar!
Acho que há frutos que em Compota ficam mais valorizados (depende dos gostos de cada um, claro) como acontece com a melancia ou o melão, por exemplo.
Adorei as fotos! Como consegues valorizar até os pèzinhos dos diospiros, que parecem flores na decoração! Admiro-te muito. Bjs. Bombom

Friarielli and Sound disse...

I love to read your posts and above all look your fotos. These are so beautiful!
Regards,
Lety

Mónica Pinto disse...

Maria,
E são tão bons!!

Querida Bombom,
Eu não me canso de comer dióspiros, gosto imenso e este doce conquistou-me totalmente.
Muito obrigada pela admiração, vinda de si tem um sabor ainda mais especial :)
Beijinho

Friarielli and sound,
Thank you so much for your kind words :)
All the best

Mafalda disse...

Que aspecto tãããããoooooo bommm. Também nunca me lembraria de fazer doce, mas agora já sei... e deve ser muito bom.

beijinhos e bom fim de semana
Mafalda
http://masterchefdealgibeira.blogspot.pt/

Ana Teles | Telita disse...

As fotos são soberbas, como sempre, e o doce tem um ar delicioso.

Deixo um desafio para uma receita para a minha festa de aniversário!



Ana Teles | Telita
blog: Telita na Cozinha

Tertúlia da Susy disse...

Deve ser uma delicia, nunca comi doce de dióspiro.
Bjs, Susana

Bombom disse...

Olá Mónica
Ainda não te tinha dito, mas no início de Fevereiro, fiz o Doce de Diospiros e Especiarias tal e qual como na receita que nos ofereceste.
Já só encontrei dos de roer, mais durinhos, mas não fez diferença, julgo eu. Como tinha de esperar 1 mês para experimentar, ainda não te tinha contado.
Na altura, provei (lambi a colher de pau) e tive a mesma sensação de panos na boca que me dá ao comer o fruto, mas era suposto ter de esperar para ver.
Já só falta uma semana! Mesmo assim, já abri um frasquinho pequeno com uma sobra e provei de novo. E NÃO É QUE GOSTEI?
Hoje resolvi partilhar no Meu Estaminé, com o respectivo link para o Pratos e Travessas que não me canso de divulgar.
E fiquei tão contente por ver aqui algumas boas amigas!
Obrigada do coração, pela tua referência no meu comentário. Um beijinho da Bombom

UA-16306440-1