quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Bolo de maça caramelizada e calvados # Caramelized apple and calvados cake




Assim que Setembro se aproxima do fim e Outubro começa, um novo ritmo se impõe. A luz muda, o ar fica mais leve e naquele instante especial que é o aqui e agora, consigo sentir a terra no seu desacelerar, lento mas constante. 
Colhi os frutos que o sol do Verão amadureceu e celebrei a abundância com um bolo caseiro, simples, primordial, como se de um ritual quase primitivo se tratasse. Um bolo delicioso, que se desfaz em migalhas húmidas e grossas, de massa leve mas com textura, para mim o bolo perfeiro para a hora do chá ou do café. Uma forma de dizer que todas as dádivas são apreciadas e lembradas, mesmo na simplicidade das tarefas de todos os dias.

E estas são as dádivas que fazem o meu Outono:
Abóboras de cores quentes.
A luz cálida da manhã num dia de sol.
Os tapetes de folhas que cobrem a "minha" mata, estaladiços e multicolores.
Chávenas de chá bem quente, a qualquer hora do dia.
Um bolo caseiro a cozer no forno e o perfume quente que ele espalha pela casa.
A pilha de lenha à espera das primeiras noites frias.
Os tons terra, fortes e aconchegantes.
E as maças, muitas e muitas maças.

E o vosso Outono? Adorava saber de que dádivas é feito :)



P.S. Já está online o meu novo artigo no Wall Street International:



In English
As soon as September nears the end and October begins, a new rhythm is imposed. The light changes, the air becomes lighter and in that special instant which is the here and now, I can feel the Earth in its slowing down movement, slow but steady.
I picked the fruits matured by the sun of Summer and celebrated the bounty with a homemade cake, simple, primal, as if it was almost a primitive ritual. A delicious cake, that crumbles into moist and coarse crumbs, with a light batter that has a lovely texture, for me the best cake for a cup of coffee or tea. A way of saying that all gifts are appreciated and remembered, even in the simplicity of everyday tasks.

And these are the gifts that make my Autumn:
Pumpkins with warm colors.
The warm morning light on a sunny morning.
The carpet of leaves that covering "my" forest, crispy and multicolored.
Cups of hot tea at any hour of the day.
A homemade cake baking in the oven and the perfume it spreads throughout the house.
The woodpile waiting for the first cold nights.
Earthy tones, strong and cozy.
And apples, lots and lots of apples.

And your Autumn? I would love to know what gifts is it made of :)



P.S. My new article for Wall Street International is already online.









Ingredientes:
200 g de farinha sem fermento
120 g de manteiga sem sal, amolecida
100 g de açúcar amarelo
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/4 de colher de chá de bicarbonato
1 pitada de sal
2 ovos
120 g de creme fraiche
0,5 dl de calvados (aguardente de sidra)
1 maça reineta
Para o caramelo:
100 g de açúcar branco
0,5 dl de água

Preparação:
*Forre uma forma retangular com 1 folha de papel vegetal.
*Preaqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Descasque e corte uma maça em fatias grossas e cubra-as com água misturada com sumo de limão para não escurecerem.
*Numa taça junte a farinha peneirada com o sal, o fermento e o bicarbonato.
*Noutra taça bata a manteiga mole com o açúcar e o creme fraiche até ficarem bem ligados, cerca de 3 minutos.
*Junte os ovos e bata e de seguida junte o calvados e ligue bem.
*Por fim junte a mistura de farinha e mexa bem.
*Faça o caramelo levando o açúcar e a água a lume forte, sem mexer até que o açúcar dissolva e comece a ganhar cor. Eu prefiro um caramelo claro, se preferir mais escuro deixe ao lume até atingir o tom desejado.
*Tire do lume deixe o caramelo arrefecer um pouco e verta-o no fundo da forma, por cima do papel,
*Coloque as fatias de maça por cima e depois a massa de bolo.
*Leve ao forno por 40 a 45 minutos ou até que um palito inserido no bolo saia seco.
*Tire do forno deixe arrefecer um pouco mas desenforme com o bolo ainda quente e com o caramelo ainda líquido para que seja mais fácil tirar o papel vegetal.


Ingredients:
200 g flour
120 soft unsalted butter
100 g light brown sugar
1/2 tsp baking powder
1/4 tsp baking soda
Pinch of salt
2 eggs
120 g creme fraiche
0,50 ml calvados
1 egremont russet apple, peeled and cut into thick slices
For the caramel:
100 g of caster sugar
0,50 ml water

Preparation:
*Line a loaf tin with a sheet of parchment paper, just like in one of the photos above.
*Preheat the oven to 180º, 350f, gas mark 4.
*Sift the flour, baking powder, bicarb and salt into a bowl.
*In another bowl beat together the sugar, butter and crème fraîche until fluffy, about 3 minutes.
*Add the eggs to this mixture, beat  and then add the calvados.
*Finally add the dry ingredients and beat.
*Make the caramel by taking the sugar and water to a medium high heat, do not stir, just let it bubble away until the sugar dissolves and starts to gain color, I prefer a light caramel but if you prefer a darker one just let it boil a bit longer until it reaches the tone. Once out of the heat it will continue to gain color for a few minutes.
*Take from the heat, let it cool a bit and pour into the lined tin to cover the bottom. Place the apple slices on top of the caramel and then the cake batter.
*Bake for 40 to 45 minutes or until a skewer inserted in the middle of the cake comes out clean.
*Let the cake cool only for a few minutes, you must unmold it while the caramel is still liquid, so the parchment paper is easier to remove.




Print Friendly and PDF

7 comentários:

Dora Ramalho disse...

maravilhoso! Tudo!

IVANEIDE disse...

Bolos de maçãs não sào os meus preferidos..mas partindo deste blog, sei que vou gostar!!

Ondina Maria disse...

Por cá o outono faz-se com os deliciosos produtos da época. Com muitas sopas e estufados, arroz de feijão, nabiça e morcela. E marmelos assados com castanhas, muitos cogumelos e a casa sempre acolhedora e convidativa. Parabéns pelo artigo, adorei. E espero poder finalmente fazer o camino no próximo ano (se as minhas lesões cervicais permitirem!)

Valentina Duracinsky disse...

wow... looks really great.

Valentina
Valentina Duracinsky Blog

Ernestina Causse disse...

Wonderful work!

Miranda disse...

Tem muito bom ar, este bolo!!! As minhas dádivas de Outono são belos pedaços de carne a assar lentamente num forno brando, com muita abóbora e batata doce, tartes de maçã, bolos de maçã, chá com litros de leite, dias de chuva torrencial em que tenho de acender umas velas, e mantas quentinhas nas pernas quando estou ao computador a trabalhar.
http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

Sônia Aranha disse...

Aqui no Brasil o outono é muito
sutil .. o verde continua verde e
não há diferenças marcantes
nas estações do ano, mas no outono
o dia perde a luminosidade, ela fica mais pálida e traz
consigo a melancolia. Para mim o outono pede mesmo bolo
com chá, pede leitura e início de introspecção.

UA-16306440-1